Rolante dá início ao XIII Festival de Esquetes Teatrais

Na manhã desta terça-feira, 3, o município de Rolante deu início ao XIII Festival de Esquetes Teatrais, no Salão Paroquial Cristo Rei, promovido pela Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Cultura, sob a coordenação da diretora do Departamento de Cultura, Joyce Costa.

A abertura oficial foi realizada na manhã de hoje, seguida da dramatização da música de Teixeirinha "O Colono", feita por alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Machado de Assis.
 
As esquetes apresentadas pela manhã foram "Conto de Fadas do Século XXI", da Escola Municipal de Ensino Fundamental Oldenbrugo, "Conta Outra", Escola Municipal de Ensino Fundamental Hugo Zimmer e "A primeira balada da moça bonita", da Escola Estadual de Ensino Fundamental Frei Miguelinho.
 
À tarde serão apresentadas as seguintes esquetes: "O casamento da dona Baratinha", da Escola Municipal de Ensino Fundamental Farroupilha, "Quadrilha da limpeza contra trio sujeira", da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Terezinha, "João e Maria", da Escola Municipal de Ensino Fundamental Klemens Bley e "Um lobo passou por aqui?", da Escola Estadual de Ensino Fundamental Frei Miguelinho. O Festival continua amanhã, 4, com apresentações na parte da manhã e à tarde. À noite será feito o encerramento e entrega de troféus.
 
Apresentações de quarta-feira, 3:
 
A partir das 8h30 - "Cinderela de Neve" - Escola Estadual de Ensino Fundamental Frei Miguelinho; "Smilinguidos e o presente da rainha" - Escola Municipal de Ensino Fundamental Independência e "Chapéuzinho Vermelho do Século XXI" - Escola Estadual de Educação Básica Comendador Albino Souza Cruz.
 
A partir das 14 horas - "O assalto" - Escola Estadual de Ensino Fundamental Frei Miguelinho, "Maria sem José" - Escola Municipal de Ensino Fundamental Santo Antônio e "Uma ratinha apaixonada" - Escola Sagrada Família.
 
Às 19h30 será apresentado o espetáculo convidado "O rei cego", do Grupo Teatro do Clã, de Montenegro, seguido da entrega de troféus.
 
Durante o Festival, no intervalo entre uma esquete e outra, a Tribolê Produtora, de Porto Alegre, fez intervenções artísticas que animaram o público compostos por crianças, jovens e adultos. Os artistas Diego Esteves e Ana Cláudia Bernarecki deram um verdadeiro show de alegria, com música, pernas de pau, e brincadeiras.
 






























Compartilhar